[FP] Jack Saltzman Augustine

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[FP] Jack Saltzman Augustine

Mensagem por Jack Augustine em Dom Jul 12, 2015 9:04 pm

Ficha de Personagem


Nome:
Jack Saltzman Augustine
Progenitor Divino:
Atena
Progenitor Mortal:
Bryan Saltzman Augustine
Local de Nascimento:
Prospect Park
Idade:
21 anos
Signo:
Aquário






Características Físicas:
Olhos azuis penetrantes contrastam com um rosto branco e bem delineado. Os cílios mais espessos dão a impressão que o campista utiliza algum artificio negro para destacar ainda mais a iris clara. A boca de lábios medianos é envolta pela barba mal feita que geralmente esta sempre assim, rareando quando a tira. Cabelos rebeldes e lisos, de um negro cativante que não costuma passar do nível da orelha, porte físico mediano, não possuí musculatura avantajada, mas tem um corpo atlético.  Possuí uma tatuagem no peitoral esquerdo e usa sempre um anel no dedo do meio e se veste geralmente de jeans e camiseta t-shit de cores variadas, dando preferencia ao preto.  

Características Psicológicas:
*Ajeita os óculos e vira o papel da prancheta*

O Sr. Augustine é uma caixinha de surpresas. Seu padrão dominante é um misto entre Narcisismo e  Racional. Inicialmente na análise que fiz da para notar que por mais que em geral meu cliente se coloque sempre a frente de qualquer coisa ou pessoa sabe distinguir o peso de suas ações e por isso aborda exatamente a ação necessária para resolver um problema, mesmo que essa resolução entre em conflito com seu ego narcisista ou seja visto pelos outros como "Certa" ou "Errada". Não costuma ser recluso e a conversa flui em condições amigáveis enquanto suas feridas não são tocadas, algo natural entre pessoas de diversas classes. Seu senso moral é duvidoso, tem um desprezo automático pelas regras sociais e de etiqueta agindo como quer e na hora que quer, desde que isso não lhe cause problemas maiores do que sua capacidade de resolução.

Habilidades:
Além dos Poderes de Atena, Jack tem uma percepção apurada das situações, formando cenários próprios de acontecimentos em sua cabeça. Foi assim que ganhou tanto dinheiro quebrando a banca em Vegas.





História:
Aparentemente nascia como uma criança normal e fora registrado no hospital St. Germain em Prospect Park. Por mais assombrosa que possa parecer a ideia o garoto se lembrava de todos os detalhes ocorridos em sua vida após o quarto mês desde o nascimento e fixava tudo que lhe era ensinado sem muito esforço. Autodidata, aprendeu a falar aos dois anos e ao entrar na escola aos seis já lia e escrevia. Por mais que parecesse ter um futuro brilhante pela frente contentou-se com o anonimato, tento um curriculo escolar anormal para uma criança, já que nada lhe parecia muito difícil de ser feito ou memorizado. Sonhos estranhos com guerras e mortes assombravam sua mente quando distraído dormia nas aulas. "Isso é tudo muito estranho." Realmente não era uma vida normal por que ele próprio não era normal e estava para descobrir isso no final de semana que antecedeu o ação de graças, aos exatos treze anos.

Após o término das aulas Jack e alguns amigos marcaram de acampar em uma floresta próxima, onde não existiam perigos maiores do que abelhas e alguns mosquitos devoradores de sangue alheio. Pescaram alguns peixes, mergulharam no rio que se formava sempre após o desgelo das montanhas e assaram a comida, todos se sentiam muito bem com a liberdade que a floresta oferecia, sem limites, apenas eles e o mundo com a comodidade de estarem a poucos quilômetros de casa. Não se sabe muito ao certo o que desencadeou os eventos daquela noite, pode ter sido o cheiro dos peixes assados ou apenas uma migração dos ursos.. mas o fato é que no meio da noite, enquanto dormiam uma sombra passou pelo acampamento improvisado fazendo barulhos distintos. Já pela silhueta Jack distinguiu ser um urso adulto, como sabia disso não fazia ideia, em sua mente um milhão de informações bombavam, causando certa vertigem. Com cuidado saiu da tenda, acompanhando o animal com os olhos e tomando as devidas precauções para não fazer barulho, tenda a tenda foi acordando seus companheiros, sempre discreto e silencioso, mas nem todos poderiam ser salvos já que o Urso ia na direção de uma das barracas que estava é claro, habitada por um dos sonolentos adolescentes. Jack acendeu uma tocha improvisada com a própria camisa sobre um galho e sacudiu no ar para chamar a atenção do animal, que sentindo a presença do fogo se virou para rumar na direção do atacante. Sobre as duas patas o urso urrou, gelando até o último nervo da espinha do Jovem Jack que queria desistir mas por motivo desconhecido apenas abriu os braços frente as chamas, que fez projetar seu reflexo e parecer maior do que realmente era e assim o urso ficou estático, encarando o jovem que também urrava da forma que podia e uma luta pela soberania terminou com o bicho desistindo e se retirando do lugar, ato também repetido pelos garotos que não demoraram a fugir dali com medo de voltar a acontecer.

A partir daquele dia Jack deu maior atenção a seus pressentimentos e esses nunca mais lhe desapontaram. Terminou o Ensino Médio e em vez de procurar uma profissão normal, como todos os adolescentes que conhecia fizeram foi ganhar sua vida em Vegas com $500  no bolso e aproveitando de seus dons com calculose afins para se antecipar as probabilidades e assim faturar alto. Sua vida se tornou então fácil e divertida, jamais entediante já que via pessoas novas todos os dias e sempre saía das casas vencedor, cuidando para que não notassem sua entrada nas outras visitas e assim durou por muito tempo. Mesmo após esses anos carregava no dedo do meio um anel dado a ele pelo pai que estava quase sempre ocupado com projetos e sequer acompanhou seu crescimento, mas com toda a certeza notara sua ausência injustificada.

A vida em Vegas era deveras confortável para Jack que gostava de toda aquela diversão, estar  sempre em evidência e ter aquele mundo entre os dedos, isso o deixa vaidoso e ele gostava daquele veneno que era injetado em suas veias a cada novo dia que raiava. Nada o preocupava até que em sua mente um estampido o fez levar as mãos a cabeça gritando furiosamente, uma dor lacerante transmigrava por todo seu corpo e em seus olhos uma mapeamento apareceu, descrevendo os vários pontos uma localização, um objetivo que só parou de lhe ferir quando ele entendeu onde deveria ir, sem saber exatamente o que o aguardava. E com isso rumou para em seu Impala por entre as estradas até as praias de Long Island, onde usando de sua primorosa memória vasculhou o caminho até achar uma espécie de portal, que ao ser atravessado deu a ele uma visão totalmente estranha do que era tudo aquilo e a confusão lhe abateu. Tudo estava destruído ou no minimo em construção mas em seu peito um certo alívio se abateu, como se ele estivesse chegado no conforto da sua própria casa e a visão se tornou turva, enquanto um branco cândido clareou suas iris e ele pareceu entrar em transe.

Ao entrar em transe no Acampamento Jack vagou para algum lugar da sua mente onde várias cachoeiras desabavam água cristalina sem parar. Ele estava parado em uma pequena ilha de terra, entre as águas que mesmo recebendo aquele fluxo de águas não mostrava elevação. Uma mulher de beleza divina apareceu sobre a lâmina liquida, caminhando com um olhar maternal e sorriso acolhedor. A mulher se apresentou como sendo Atena e explicou ao confuso homem tudo o que ele deveria saber sobre sua verdadeira história, descendência e habilidades. Em um instante tudo passou a fazer sentido e tinha ido ali apenas por que o golpe desferido sobre o lugar havia sido drástico, necessitando de toda a ajuda possível. De inicio a narrativa toda pareceu absurda, mas não tinha como negar que tudo expressado pela Deusa era verdade e o fato se concretizou quando um toque em seu anel fez surgir Andúril, uma espécie de arma que ele nem mesmo sabia existir. Atena selou os lábios do filho com um beijo, como era tradicional entre mães gregas antigas e seus filhos e então ele voltava ao Acampamento, já amparado por alguns campistas que o levaram até Quíron, centauro que confirmou a história de Atena e orientou o homem sobre o que deveria fazer. Agora esse era o mundo de Jack Augustine, um mundo que ele pensara ser meros contos de fadas para crianças dormirem e que agora passava a se mesclar com sua própria história.




Treinos:

Missões:

Eventos:




Bênçãos:
Descreva aqui suas bênçãos

Maldições:
Descreva aqui suas maldições

Arsenal:
Andúril  Um arco e flecha forjado com o mais puro Bronze Celestial, possuindo cerca de um metro de comprimento e pesando pouco mais de 4 kg. Por toda a  extensão do arco são entalhados desenhos da história de Atena e na ponta das flechas tem um crucifixo entalhado. Possuí a habilidade de Foco Direcionado que, em contato com a arma, capacita o usuário a manter sua mente focada no que desejar, sendo então uma ótima proteção contra controle mental ou até mesmo uma arma de controle tendo em vista que pode ter o efeito aplicado em outras pessoas que tiverem contato com esta. [dura 2 rodadas] [Classe Livre - Filho de Atena]


©PJGR - Percy Jackson Gregos e Romanos
avatar
Jack Augustine
Filhos de Atena
Filhos de Atena

Mensagens : 62
Data de inscrição : 10/05/2015

Ficha de Personagem
Nível: 8
Vida (HP):
170/170  (170/170)
Energia (MP):
120/170  (120/170)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [FP] Jack Saltzman Augustine

Mensagem por Ártemis em Seg Jul 13, 2015 6:41 pm

Aprovado
avatar
Ártemis
Deuses Olimpianos
Deuses Olimpianos

Mensagens : 466
Data de inscrição : 10/08/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum