Chalé de Afrodite

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Chalé de Afrodite

Mensagem por Zeus em Sex Ago 15, 2014 5:02 pm




Chalé de Afrodite - X


O chalé é rosa. Ao entrar, todos eram invadidos por uma aura apaixonante, cada um sente o cheiro que mais lhe agrada, e se estiver em clima pra musicas, ouve a musica de sua preferencia. Se entrar alguem que não é filho de Afrodite, sentirá uma forte paixão, e logo vai ficar abobado, sem muita noção de tempo ou espaço.

As camas estão encostadas nas paredes, no total de dez camas beliche, cada uma arrumada perfeitamente. Os uniformes do acampamento ficavam estendidos sobre elas, junto com suas duas armas, e seus pertences. Ao lado de cada cama, havia um enorme mural de fotos, repleto de posteres de atores e atrizes e fotos dos semideuses mostrando grupos de amigos e casais de namorados. nas mesas de cabeceira, podia-se ver muitos tipos de joias e maquiagens. Uma cama maior estava encostada na parece de trás do chalé, ao seu lado, o maior mural de fotos: era a cama do representante.



clumsy @ SA!

Zeus
Deuses Olimpianos
Deuses Olimpianos

Mensagens : 274
Data de inscrição : 07/08/2014

Ficha de Personagem
Nível: Infinity
Vida (HP):
999999/999999  (999999/999999)
Energia (MP):
999999/999999  (999999/999999)

Ver perfil do usuário http://pj-gregoseromanos.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Chalé de Afrodite

Mensagem por Rose Peppermint em Ter Set 02, 2014 9:28 pm

No caminho para o chalé, Quíron me explicou tudo sobre o acampamento. Seus horários, regras e aulas, e até me explicou um pouco sobre cada chalé. Todos eram lindos a sua maneira, acredito que seja assim com os deuses, úteis e magníficos a sua maneira.
Enquanto ele me explicava, algumas pessoas paravam de fazer seja o que lá que estavam fazendo dentro dos seus chalés e iam para a janela, olhavam para mim e só depois lembravam que existia alguma coisa para fazerem além disso.
Quando chegamos a frente de um chalé se um tom rosado com um grande “X” dourado em cima da porta de entrada, Quíron se afastou e fez sinal para que eu avançasse em direção ao chalé.
- Rose, essa será sua nova casa. Não poderei entrar porque... bem, esse chalé traz um efeito diferente para cada pessoa que entra nele.- Ele coçou o nariz como se o cheiro das rosas ao redor o estivesse incomodando.- Enfim, escolha uma cama que esteja vazia, provavelmente um uniforme do acampamento estará em cima.- Eu estava agarrando minha bolsa desde a reclamação, e ele parecia estar se divertindo um pouco desse fato.- Terá um lugar para colocar suas coisas sem se preocupar, calma. Boa sorte e, novamente, seja bem vinda.- Ele fez uma leve reverência e trotou novamente pelo caminho de onde viemos. Me virei, fazendo o vestido rodopiar um pouco e entrei no grande chalé rosa.
Logo ao entrar, senti o efeito que Quíron havia comentado. Fechei os olhos e o cheiro de lavanda e rosas se misturaram ao cheiro de grama cortada, fazendo uma grande sinfonia. Deixei que as portas se fechassem atrás de mim e fiquei me demorando a deixar tudo aquilo ir embora. Quando finalmente abri os olhos novamente, consegui prestar atenção no chalé. Os beliches estavam muito bem arrumados, com lençóis rosas e alguns cobertores vermelhos ao pé da cama. Algumas das camas tinham um mural de fotos ao lado completamente cheios, os quais olhei um a um, tentando descobrir como seriam meus novos irmãos. Depois de revisar todo o chalé (até a enorme cama ao fundo dele) percebi que todos estavam perfeitamente limpos, sem nenhum pertence fora do lugar. Exceto por uma das camas.
Uma camiseta laranja, como as demais do acampamento, estava devidamente dobrada, assim como uma calça, que deduzi que fosse para os exercícios. O mural ao lado dele estava vazio, assim deduzi que essa seria minha cama.
Coloquei minha bolsa em cima da cama, tirei o bilhete de Aphrodite e o prendi no mural, deixando-o um pouco na ponta, para que passasse despercebido pela maioria. Abri minha mala, e troquei o lindo vestido grego por um shorts e uma camiseta. Quando estava me trocando, dobrei o vestido e o coloquei na mala, enquanto decidia qual camiseta eu deveria colocar, e acabei acabei na frente do espelho do chalé, com a camiseta do acampamento. O efeito de Aphrodite ainda não havia passado,logo, meu cabelo ainda estava arrumado e se recusava a ficar de outro jeito. Desisti de prende-lo e acabei deixando como ele estava.
Voltei para minha cama e comecei a arrumar minha coisas. Dobrei todas as camisetas que eu havia provado, junto com a calça que havia recebido do acampamento. Quando puxei a última camiseta fora do lugar, algo caiu em cima do meu pé e o barulho de quando ele caiu no chão ressoou por todo chalé. Me abaixei e peguei o estranho objeto.
Era um chicote rosa, com o cabo ornamentado de rubis.
Juro que não havia nada em cima da minha cama, e também que nunca tive um chicote.
Peguei ele e o examinei. Não parecia perigoso. Somente um chicote, cor de rosa. Soltei ele e fiz um movimento rápido, quase batendo a ponta do chicote no meu pé, mas ainda bem que errei. Pois o chão onde ele bateu estalou e soltou algumas faíscas, que fizeram meu pé ficar um pouco dormente e inteiro arrepiado. Fiz o movimento novamente, o mesmo resultado. Um pequeno choque estalou no chalé.
Talvez fosse o presente de Aphrodite, como o arco que Selene deu ao Adam. Mas, um chicote? Como se luta com um chicote?
Examinei a ponta, a enrolei no braço, tentando ver se era resistente e o chicote se entrelaçou no meu pulso, formando uma pulseira de couro cor de rosa com pingentes de rubi, fazendo com que eu soltasse um grito um tanto agudo de susto.
Muito bem, como eu fiz isso? E o mais importante, como eu tiro?
A noite já estava alta, e Quíron havia me dito que todos deveriam ir para seus chalés àquela hora. Calma Rose, está tudo bem. Respirei, tentando ao máximo me acalmar e tentei tirar a pulseira, mas acho que enrolei o chicote  de um jeito que a pulseira não queria sair de jeito nenhum. Depois de algum tempo, vi que não ia conseguir nada está noite, de tão cansativa que fora a viagem. Meus olhos ardiam de sono e eu estava piscando cada vez mais devagar. E então, coloquei minha bolsa embaixo da cama, troquei novamente de roupa e deitei, extremamente cansada, não demorando mais de cinco minutos para dormir. Mas antes de cair de sono, senti novamente os cheiros que senti quando entrei no chalé, quase me chamando para o travesseiro, como um leve e carinhoso boa noite. Sorri e finalmente fechei os olhos.
Boa noite, mãe.

-----------------------------------------♦-----------------------------------------

Love is just a word, until someone comes along

and gives it meaning.
avatar
Rose Peppermint
Filhos de Afrodite
Filhos de Afrodite

Mensagens : 35
Data de inscrição : 19/08/2014
Idade : 20
Localização : Chalé de Afrodite

Ficha de Personagem
Nível: 3
Vida (HP):
120/120  (120/120)
Energia (MP):
120/120  (120/120)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum